ABRAÇO SERGIPE: IV ENCONTRO NORDESTE DE JORNALISMO

 

 

A ABRAÇO/SERGIPE se fez presente dias 16, 17, 18 e 19 de maio em Pernambuco ao VI Encontro de Jornalistas do Nordeste realizado pela Fundação Banco do Brasil. O evento que reuniu jornalistas dos nove estados do Nordeste, também foi palco da reunião dos representantes das ABRAÇO’s de todo o Nordeste. A iniciativa visou impulsionar o uso de Tecnologia Social para o combate a pobreza e a divulgação de soluções sociais criadas pelas comunidades e que ocasionam reduções nos índices de pobreza. As rádios comunitárias são consideradas pela Fundação Banco do Brasil instrumento fundamental tanto para a criação e desenvolvimento de Tecnologias Sociais quanto para divulgação das ações e projetos em que a Fundação Banco do Brasil participar como financiadora.

O secretario executivo da Abraço Nacional José Sóter e o coordenador das regionais José Moreira compuseram o grupo formado por representantes de Alagoas, Maranhão, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe que tiveram como pauta de discussão: estrutura operacional e temas a ser discutido no encontro das Abraço/Nordeste que acontecerá dias 10,11 e 12 de agosto na cidade de Salvador; definição dos rumos da coordenação Nordeste; discussão de proposta pedagógica para a escola de formação; elaboração de projetos que alcançem Tecnologia Social (TC) aliados a radio comunitária numa perspectiva social.

O secretario executivo da Abraço Nacional José Sóter afirmou que “estou bastante satisfeito com o resultado daquilo que foi produzido nesta reunião Nordeste, principalmente pela união de propostas”. Concluiu Sóter. “Saiu daqui deste encontro certo de que marcamos o nosso espaço político, primeiro porque nossas propostas coincidem com o que o projeto da Fundação Banco do Brasil objetiva e eles têm interesse em implementar e segundo porque finalmente afinamos o discurso para o avanço político e técnico da Abraços/Nordeste. Assim se expressou o coordenador das regionais Jose Moreira. “A reunião das Abraços/Nordeste se constituiu como um forte alicerce para impulsionar a retomada dos novos rumos técnico, político e pedagógico que terá sua gênese de largada dias 10,11 e 12 de agosto em Salvador partindo do pressuposto de que as novas tecnologias precisam está disposta para os movimentos sociais”, finalizou Roberto Amorim.

A ABRAÇO E O INTERCÂMBIO COM O GOVERNO DA VENEZUELA

 

  A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária – Abraço/Nacional representada por seus coordenadores Sérgio Lira, Flávio Marques, Ismar Capistrano e pelo recém-eleito diretor da Escola de Formação Técnica, professor Roberto Amorim, visitou no último dia 08 de maio a embaixada da Venezuela em Brasília onde fez a entrega de um documento no qual está contido um projeto sobre Radiodifusão Comunitária que delineia as vias para o inicio de um futuro intercâmbio com o governo da Venezuela. A Abraço/Nacional objetiva com a formalização do intercâmbio a troca de experiências, a reflexão conjunta sobre os dispositivos legais que institucionalizam as rádios comunitárias tanto no Brasil quanto na Venezuela, programação e a participação mais efetiva da sociedade no contexto das emissoras comunitárias entre outros. Na Venezuela, há ricas experiências da atuação das rádios e TVs comunitárias, apontadas como ferramentas fundamentais no contragolpe de abril de 2002. Quando o presidente Hugo Chávez foi deposto e voltou dois dias depois nos braços do povo. Em 2003, quando o Ministério começou a funcionar, tal apoio restringia-se a cerca de 50 veículos comunitários,no ano de 2008 a estimativa de gasto foi de 4,6 milhões de dólares (com base na cotação da época), para sustentação tecnológica de meios alternativos e comunitários, segundo informações oficiais da embaixada da Venezuela. Como decreta o governo ao sancionar a livre atuação dos meios alternativos (Lei Orgânica de Telecomunicação, de 2000), o conteúdo dos programas exibidos nas rádios é decidido de forma participativa entre quaisquer membros engajados da comunidade e produtores, construindo-se um laço de identificação com o material que vai ao ar.
  Um exemplo bem sucedido de beneficio trazido pela nova Lei Orgânica para a comunicação comunitária é a experiência do funcionamento da Rádio Perola (92.3 FM), instalada no piso térreo de um prédio residencial em Caracas. “Ela define a sua própria linha editorial, a sua programação que é centralizada nas questões que envolvem o bem social de quem vive no bairro Caricuao”. Relembra o venezuelano e também apresentador Carlos Lugo. “Em se concretizando o intercâmbio nos temos muito a ganhar com a experiência em radiodifusão comunitária implementada pelo governo da Venezuela e como a sociedade venezuelana vem se apropriando deste espaço eminentemente público. Estou duplamente satisfeito, porque ao assumir a escola de formação técnica da Abraço/Nacional já estou participando deste evento histórico como diretor e representante do estado de Sergipe”. Finalizou Roberto Amorim diretor da Escola de Formação Técnica da Abraço/Nacional. 

 

Fonte: Abraço Sergipe

 

ABRAÇO SERGIPE E REPRESNTANTES DO FORUM DISCUTEM COMUNICAÇÃO COM ORLANDO GUILHON

 Orlando Guilhon, representando o FNDC e a Associação das Rádios Públicas do Brasil - ARPUB, esteve em Aracaju, nesta quarta feira 25 de abril. Reunido-se pela manhã com o diretor da Fundação Aperipê e a noite com o secretário executivo da Abraço Sergipe, o professor Roberto Amorim, o presidente do Sindicato dos Radialistas do estado, Fernando Cabral e a jornalista Carolina Westrup, representante do Fórum Sergipano pela Democratização discutiu importantes temas como o funcionamento do FNDC no estado, o fortalecimento da campanha pelo novo marco regulatório, os conselhos de comunicação e a sustentabilidade das rádios comunitárias. A jornalista, representante do Fórum Sergipano pela Democratização, Carolina Wstrup, defendeu que deve-se aproveitar a estrutura já instalada do Fórum Sergipano para a implantação do FNDC no estado e que “a partir de agora deve-se sensibilizar mais pessoas sobre o tema Marco Regulatório”. Concluiu Carol Westrup. O radialista Fernando Cabral afirmou que “defende a entrada de novos segmentos buscando fortalecer cada vez mais o movimento”. “O encontro foi bastante proveitoso e fundamental por articular o movimento de comunicação em âmbito nacional, favorecendo a atuação conjunta com as frentes já estabelecidas nos estados”. Finalizou o professor Roberto Amorim, secretário executivo da Abraço Sergipe. “Queremos em todo o Brasil uma atuação forte e unitária que permita avançar na definição de um marco regulatório que fortaleça a diversidade e o pluralismo na comunicação no país”. Concluiu Orlando Gilhon.

ÊXITO: O NOME DA OFICINA DE CAPACITAÇÃO DA ABRAÇO/SERGIPE

 No último sábado 31 de março de 2012, a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária de Sergipe - ABRAÇO/Sergipe realizou uma oficina de capacitação objetivando qualificar os radiocomunitaristas para o uso das novas ferramentas tecnológicas, entenderem a função pública do rádio, produzir, gerir e planejar o seu trabalho com competência em suas comunidades. A oficina ocorreu na Escola Técnica Estadual José Figueiredo Barreto que disponibilizou toda estrutura física da escola. O Governo de Sergipe, que vem apoiando as iniciativas culturais da Abraço/Sergipe, possibilitou para a realização do evento a estrutura física, publicação, alimentação e oficineiros.

 Professor Marco Aurélio Rodrigues, sergipano de Aquidabã, e um dos ministrantes da oficina

 “O objetivo da formação política foi  oportunizar aos radialistas comunitários o debate partindo da premissa de que a rádio comunitária é uma concessão pública e deve ser aberta a participação da comunidade, sempre deixando fluir o contraditório entendendo a radio comunitária como instrumento de democratização. Instrumentalizar os rádios comunitaristas para realizar suas escolhas de forma mais consciente, arrefecendo paixões irracionais e propiciando-lhes contato com seus direitos, deveres e com a própria política. Trata-se de um desafio de ordem cultural”. Acrescentou Aurélio.

 O companheiro Magne da FM Flor Nordestina localizada no Bairro Jardim Centenário em Aracaju, elogiou a iniciativa da Abraço Sergipe e disse:   “O ponto culminante do evento foi o curso de formação política e a metodologia empregada usando como elemento instigador ao debate o filme uma onda no rádio. Gostei e tenho orgulho de Aracaju ter uma Abraço atuante”. Comentou Magne.

Alunos Participantes

 


 Dr. Almir Santana, coordenador do Programa Estadual de DST AIDS e Roberto Amorim

 

 O médico Almir Santana, coordenador do programa DST/AIDS da Secretaria de Estado da Saúde, compareceu ao evento no primeiro expediente e explanou sobre a importância dos radiocomunitarista se inteirarem diante do processo de prevenção e prometeu que haverá uma parceria remunerada entre a Abraço/Sergipe, a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Comunicação do Estado/SECOM possibilitando cursos de capacitação para os militantes das rádios comunitárias de Sergipe e transformando as emissoras comunitárias em centros de orientação e distribuição de materiais preventivos.

 SIMPÓSIO ABRAÇO: UM MEGA SUCESSO

 

 A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária de Sergipe ABRAÇO/SE - realizou no último sábado 10 de março um Simpósio no auditório do Sindicato dos Radialistas de Sergipe, em Aracaju, com o tema “Radiodifusão Comunitária: Um Direito Humano, que se constituiu como um sucesso tanto em público quanto na questão da qualidade. Cerca de 120 pessoas representando diversas entidades de radiodifusão comunitária do estado compareceram ao evento. Definiu-se pela realização de uma oficina de formação técnica para o dia 31 de março, aprovou-se um calendário de encontros regionais e ouviu-se a promessa do governo de que a concretização de uma futura parceria só depende de uma consulta realizada ao Tribunal de Contas do Estado.  

 

      

Foto 01 - Jornalista Sales Neto Secretário Adjunto de Comunicação do Estado

 

 O objetivo do Simpósio foi mostrar para a sociedade a importância de se discutir à radiodifusão comunitária na perspectiva do direito humano buscando promover o senso crítico e a formação de sujeitos ativos que através do acesso às mídias possam efetivar sua participação e intervenção social. O jornalista Paulo Vitor representou o Fórum Sergipano pelo Direito a Comunicação explanou sobre o caráter público da comunicação, dotação orçamentária para sobrevivência das emissoras comunitárias e ainda conseguiu na oportunidade agendar para o dia 23 de abril uma reunião com a Secom cujo ponto de pauta será a construção das vias para a criação do Conselho de Comunicação do Estado.

Foto 02 - Os radiocomunitaristas sergipanos compareceram em massa deixando a plenária lotada

 

 “Este Simpósio é muito significativo para nós radiocomunitaristas, pois, se constitui como um espaço onde as rádios comunitárias filiadas a Abraço têm a oportunidade de expor e discutir questões como sustentabilidade, capacitação e gestão”. Falou Orlando Cajé um dos representantes da Rádio Comunitária de Neópolis. “Achei espetacular este Simpósio, pois, nossa rádio fica em Areia Branca e está em estágio de funcionamento e é em eventos como este que temos oportunidade de adquirir conhecimento e trocar experiência com estes mais de 100 participantes” finalizou José Araujo secretário da FM Areia Branca.

Foto 03 - Membros da direção executiva da Abraço durante o evento

 

 O secretário executivo da Abraço/Sergipe professor Roberto Amorim afirmou que “o direito humano a comunicação é um dos pilares centrais de uma sociedade democrática, já que informação é poder e a qualidade da informação ou o nível de informação de um povo influencia direta e necessariamente a qualidade da democracia.

 Nos da Abraço entendemos que não é possível falar em democracia plena com um cenário de concentração”. Expôs o secretário executivo Roberto Amorim.

 Manoel Barros, presidente da Federação de Entidades Comunitárias de Sergipe – FECS, ao fazer uso da palavra afirmou que se sente estimulado para discutir e futuramente concretizar uma parceria com a Abraço, pois, acredita que é com a união de forças que se constrói os pilares das lutas pelo fortalecimento das entidades comunitárias. 

 Marcou presença ao evento o Secretário Adjunto da Comunicação do Governo do Estado de Sergipe o Jornalista Sales Neto, que na oportunidade ressaltou três pontos principais para as 120 pessoas presentes: “Primeiro quero deixar bem claro que o Governo do Estado de Sergipe não tem nenhuma objeção quanto ao tratamento e ao aprofundamento das conversas com as rádios comunitárias, pois desde o ano passado o professor Roberto e a direção da Abraço vem discutindo conosco; Segundo que a possibilidade de se estabelecer uma parceria dentro dos parâmetros legais entre a Abraço/Sergipe e o nosso Governo existe e para que isso se concretize fizemos uma consulta ao Tribunal de Contas e estamos aguardando o resultado do parecer e Terceiro e último ponto é que colocamos uma estrutura a disposição da Abraço/Sergipe para que ela realize no dia 31 de março do ano em curso na Escola Técnica Estadual José Figueiredo uma oficina de capacitação técnica e de formação para os radiocomunitaristas de Sergipe. Quero também reafirmar que o Governo de Sergipe não se nega a contribuir com o processo de crescimento da radiodifusão comunitária, contudo, queremos participar da construção das propostas e não defendemos fórmulas prontas para serem de imediato implementadas” finalizou o secretário adjunto.

 

 Compareceu também ao evento o Deputado Estadual João Daniel, Presidente da Comissão de Comunicação da Assembléia Legislativa de Sergipe que na oportunidade afirmou: “As discurssões que desde o ano passado, antes do recesso do Legislativo vinham ocorrendo, este ano se acentuarão, visto que entendo assim como vocês que a comunicação deve ter o caráter público e defendo a expansão das rádios comunitárias no estado” concluiu o Deputado João Daniel”.

 

 


 

Postagens Anteriores

Encontro debate participação feminina nas rádios comunitárias

28/06/2011 15:02
ABRAÇO SERGIPE - Encontro debate participação feminina nas rádios...

ABRAÇO SERGIPE E INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA EM VIAS DE PARCERIA

08/12/2011 06:58
   A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária de Sergipe através do seu...

Ministério das Comunicações e entidades públicas vão capacitar profissionais de rádios comunitárias

04/01/2012 06:32
Ministério das Comunicações e entidades públicas vão capacitar profissionais de rádios...

Governo Federal retira processos de 3 mil emissoras comerciais de rádio e TV

04/01/2012 06:27
Governo Federal retira processos de 3 mil emissoras comerciais de rádio e TV Enquanto as...

Parceria entre a Abraço/SE e a Secon/SE

04/01/2012 06:29
Parceria entre a Abraço/SE e a Secon/SE A direção da ABRAÇO/Sergipe foi recebida nesta...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>